Higiene e Segurança


Tatuagens com Higiene e Segurança

Dark Rose Tattoo e Body Piercing
 

Depois de muito tempo a decidir se iria ou não entregar-se à arte de tatuar e outro tanto a decidir a parte do corpo e o desenho a tatuar, seguiu-se a fase de escolher o estúdio de tatuagem. Marcou-se a data e a hora e eis que, finalmente, chegou o grande dia! Na hora da verdade, certifique-se que, para além de linda e perfeita, a sua tatuagem seja feita com higiene e segurança.

Riscos de saúde

Como em qualquer “operação” que exige a utilização de equipamentos estéreis, agulhas e o contacto próximo com o corpo humano, existem sempre riscos de saúde, principalmente se não forem seguidas as normas de higiene e segurança adequadas.

  • Infecção: uma vez que o equipamento utilizado para efectuar as tatuagens recorre a agulhas e tintas, que juntas penetram a pele, existem elevadas probabilidades de essas entrarem em contacto com o sangue ou outros fluidos corporais o que, por sua vez, significa o risco de infecção se não forem esterilizados ou se forem utilizados em mais do que uma pessoa. As infecções mais comuns são o herpes, tétano e infecções fungais, aos quais se juntam alguns tipos de hepatite e tuberculose e, em casos mais extremos e raros, o HIV.
  • Reacções alérgicas: embora pouco comum, o corpo pode ter uma reacção alérgica a uma tatuagem, mais precisamente às tintas utilizadas, algumas das quais contêm vestígios metais (sendo as vermelhas e as verdes as mais “perigosas”). Estas reacções alérgicas podem manifestar-se das seguintes formas: inchaço, comichão e libertação de um líquido transparente (sérum). Existe ainda uma probabilidade mínima de anafilaxia – uma reacção alérgica rápida e grave que se manifesta através da diminuição da pressão arterial, taquicardia e perturbações na circulação sanguínea. O choque anafiláctico é a forma mais grave da anafilaxia e, se não for tratado atempadamente, pode terminar em morte.
  • Cicatrizes: se o tatuador trabalhar a pele de forma demasiada severa ou muito profundamente, o resultado pode ser a formação de cicatrizes que podem apresentar-se salientes e irregulares, provocando uma comichão contínua.

Tatuar com segurança

Para não correr quaisquer dos riscos acima descritos, existem algumas coisas que pode e deve fazer antes de ser tatuado, sendo o mais importante a obtenção de boas referências relativamente ao local onde irá fazer a tatuagem. Logo que esteja no estúdio e nas mãos do tatuador, existem ainda vários outros pormenores aos quais deve estar atento.

  • O estúdio de tatuagem deve estar imaculadamente limpo, exibindo um ambiente estéril e higiénico. Deve conter recipientes próprios para acolher utensílios, agulhas e luvas susceptíveis de risco biológico (uma vez que entraram em contacto com sangue ou outros fluidos corporais). O espaço deve ainda dispor de um local apropriado para desinfecção, com água fria e quente.
  • Informe-se sobre os métodos de limpeza e de esterilização que utilizam nos seus equipamentos. Dispõem de uma autoclave (aparelho próprio que esteriliza equipamento através de calor húmido sob pressão) ou recorrem à desinfecção manual com substâncias próprias? Todo e qualquer equipamento que não possa ser submetido à autoclave, deve ser desinfectado com detergentes próprios para o efeito.
  • O tatuador deve lavar as suas mãos e a área a tatuar antes de começar. Deve ainda utilizar luvas durante todo o procedimento, limpando frequentemente a zona do corpo onde trabalha, até terminar. Também as luvas devem ser novas e descartáveis.
  • Certifique-se que o tatuador abra as embalagens das agulhas à sua frente. Estas devem estar embaladas individualmente e utilizadas apenas uma vez.
  • Certifique-se que o tatuador utilize embalagens frescas de tinta, abrindo-as à sua frente.
  • Se o tatuador sair da sua beira durante o processo de tatuagem (seja para atender o telefone ou outro cliente, por exemplo), quando voltar peça-lhe para calçar um par de luvas fresco.
  • As áreas de trabalho às quais o tatuador terá acesso durante o processo de tatuagem devem estar cobertas com plástico transparente, para evitar o risco de contaminação cruzada, uma vez que as suas luvas já estiveram em contacto com vários objectos e, sobretudo, com a sua pele.
  • Se tem a pele sensível e/ou receio de uma possível reacção alérgica, converse com o seu tatuador. Em muitos estúdios é possível efectuar um teste prévio da tinta para assegurar que não existirá qualquer reacção dermatológica ou alérgica uma fez feita a tatuagem.
  • Se for alérgica a látex, informe o tatuador, pedindo-lhe para não utilizar esse material (nomeadamente, as luvas) durante o processo de tatuagem.
  • Se não toma a vacina do tétano há mais de dez anos, faça-o antes de ser tatuado.
Termos de utilização  |  Favoritos  |  Homepage